apsicologa.net.br
Libido
 

Libido

 

A palavra Libido vem do latim significando desejo ou anseio. Caracterizada como a energia para os instintos de vida.
A libido apresenta uma característica importante que é a sua mobilidade, ou seja, a facilidade de alternar entre uma área de atenção para outra.


Para Jung a libido era uma transferência de energia na busca de uma satisfação. Ele ao contrário de Freud, não entendia que a libido era um conceito puramente sexual.


Para Freud, o termo libido estava exclusivamente relacionado à necessidade genital.


Jung afirmava que a diferença entre a sexualidade madura e a imatura era determinada pela localização da libido, e não pela intensidade, valorizando a libido como um ponto de vista energético e não no sentido sexual. Ele considerava a libido uma transferência de energia. Em virtude disso, ele afirmava que quando o individuo está num estado "alterado" ou, como se diz popularmente, com "um parafuso a menos", ele estaria com excesso de libido, ou seja, este excesso teria sido retirado de outro lugar, onde passou a faltar. O mesmo poderia se afirmar quando o indivíduo está apático "aparentemente" com uma inexistência de libido. Neste caso, a libido teria sido transferida para outro lugar, provavelmente para o inconsciente.


Jung concluiu que a libido poderia ter várias formas de manifestação. Na infância, ela se manifestaria principalmente através da nutrição, ou seja, a libido da fome, em que a criança através da sucção absorve alimento acompanhado de sinais de satisfação. Com o crescimento do indivíduo e o desenvolvimento dos órgãos, a libido buscaria novos caminhos para gerar esta satisfação do desejo. Nesse processo, grande parte da libido de nutrição se converteria em libido sexual e, por conseqüência, a busca de prazer abandonaria a zona oral e procuraria outros órgãos, principalmente outros orifícios do corpo, em seguida a pele e outros lugares.


(JUNG, C.G. - Tentativa de apresentação da teoria psicanalítica. In: Freud e a psicanálise. Petrópolis: Vozes, 1989, p. 120-136).


Nise da Silveira descreve libido da seguinte maneira: "Libido é apetite, é instinto permanente de vida que se manifesta pela fome, sede, sexualidade, agressividade, necessidades e interesses diversos".

 

 

 

 

Psicóloga Clínica Nathalie Beck | CRP: 06/105672

 
Telefones: (11) 2283-1888 / (11) 98873-3510 - E-Mail: nbeckpsicologa@gmail.com

Avenida Nova Cantareira, 3500 - Tucuruvi - São Paulo / SP

 
w/beck ppo