apsicologa.net.br
oficina de lembranças e memórias
 

O que é a oficina de lembranças e memórias?

 

A oficina de lembranças e memórias é destinada para os idosos que oferece um espaço para que, em grupo, os participantes possam refletir acerca de temas que dizem respeito a eles mesmos, com as lembranças e memórias de suas vidas trazidas para as oficinas, através de atividades, possibilitando reflexões de momentos vividos no passado e ressignificações dessas experiências; assim como refletir a cerca de temas como o envelhecer, a família e a discriminação sofrida por esta população.


Como funciona?


Os encontros têm duração de 2 horas, sendo priorizados atividades em que os idosos expressam suas lembranças e memórias e fazem ressiguinificações, promovendo uma transformação interna.


Alguns tipos de atividades realizadas em 2010:

 

• Produção de um cartaz para apresentação de cada um dos participantes, onde eles tiveram que procurar em revistas uma figura e uma frase que os representassem e colar na cartolina fazendo sua própria apresentação.

 

• Expressar uma lembrança marcante através da argila e depois reviver essas lembranças

 

• "Foto Lembrança": desenhar uma cena, em uma folha de sulfite impressa com uma borda, representando uma moldura de porta-retrato, na qual os participantes gostariam de voltar e reviver esse momento novamente;

 

• Produção de um sentimento através de papéis de seda coloridos, sem o auxílio de tesoura, apenas com as mãos e colagem na cartolina, depois relataram qual a lembrança que estava associada a este sentimento, fazendo uma resignficação;

 

• Produção de dois desenhos, através de pinturas com tintas e pincéis na folha de sulfite que representasse duas coisas: "algo em suas vidas que não pode mudar mais” e "algo que ainda pode ser mudado"

 

• "Você tira o chapéu para esta pessoa?": foi levado um chapéu, com um espelho colado dentro, foi instruído aos participantes que um por um, iria até o chapéu e olhasse quem estava dentro e, sem contar quem era para o grupo, diria se tira ou não o chapéu para essa pessoa (reflexo no espelho de si mesmo) e por quê.

 

• Associada a época de natal, pensar em um presente que eles dariam para si mesmos e por quê.

 

• Debates em grupo de temas trazidos pelos próprios participantes.

 


 

oficina

 

O Núcleo de Convivência do Idoso Feliz Idade oferece atividades de ginástica, artesanato, coral, alfabetização, pinturas, trabalhos de reciclagens, tricô e crochê, entre outras, favorecendo um ambiente descontraído para os idosos.


Com o caráter lúdico e de entretenimento existente no núcleo, a oficina de lembranças e memórias, dirigida pela psicologa Nathalie Beck – CRP: 06/105672, foi ao longo dos encontros, assumindo uma característica paradoxal, com um clima típico de atividades voltadas para a descontração e reflexão. Mesmo que as lembranças evocadas pelos participantes pudessem ter conteúdos que remetessem a momentos tristes de suas vidas que no final tornava-se uma lembrança reformulada.


De acordo com os pressupostos de Bleger, de que o psicólogo no trabalho em instituições deve se ocupar das rotinas das pessoas e situações que envolvam o crescimento humano; procurei propor reflexões de modo que pudesse emergir significados e compreensões para que os participantes interiorizem ao lembrar do passado, resgatando quem eles já foram com uma reflexão sobre a compreensão e a avaliação da imagem que eles fazem de si e de suas experiências, assim propiciando uma transformação interna.


"A conversa de um velho é sempre uma experiência profunda repassada de nostalgia, revolta de ressignificação" e "A memória foi conferida uma função de permitir a relação do presente com o passado, interferindo no processo das representações". (Bosi)

As lembranças ocupam um lugar muito importante na vida dos idosos. Podemos ver de duas formas: A primeira porque essas memórias ajudam os idosos a não perderem o contato com quem eles já foram no passado. E a segunda que através dos trabalhos produzidos eles resgatam uma dignidade, uma importância, um sentimento que julgam ter perdido.

 

Nas oficinas a capacidade dos idosos de se lembrarem de coisas difíceis, como a perda dos pais, de companheiros, de filhos, da independência, tem uma função importante, porque ao se recordarem de momentos difíceis eles conseguem refletir sobre as situações de uma forma diferente; com outra visão, pensar sobre fatos de uma forma mais tranqüila e menos dolorosa, pois existe uma maturidade que só é adquirida com o passar dos anos e diversas vivências, característica digna dos idosos.
 

 

Psicóloga Clínica Nathalie Beck | CRP: 06/105672

 
Telefones: (11) 2283-1888 / (11) 98873-3510 - E-Mail: nbeckpsicologa@gmail.com

Avenida Nova Cantareira, 3500 - Tucuruvi - São Paulo / SP

 
w/beck ppo