apsicologa.net.br
Traumas
 

Entenda sobre o Trauma Psicológico

 

A palavra trauma, do ponto de vista semântico, vem do grego trauma que significa "ferida". A terminologia admite vários significados, todos eles ligados a acontecimentos não previstos e indesejáveis que, de forma mais ou menos violenta, atingem indivíduos neles envolvidos, produzindo-lhes alguma forma de lesão ou dano.


O trauma psicológico é um tipo de dano emocional que ocorre como resultado de um algum acontecimento, experiência que traz sentimento de ameaça à integridade física ou mental por ultrapassar a possibilidade de defesa e reação.

 

Pressupõe uma experiencia de dor e sofrimento emocional ou físico. O trauma acarreta uma exacerbação do medo, o que pode conduzir ao estresse, envolvendo mudanças físicas no cérebro e afetando o comportamento e o pensamento da pessoa que fará de tudo para evitar reviver o evento que lhe traumatizou. Igualmente, pode desencadear depressão, comportamentos obssessivos compulsivos e outras fobias ou transtornos, como o de pânico.


O trauma pode ser causado por vários tipos de eventos, mas há alguns aspectos em comum.

 

Geralmente envolve o sentimento de completo desamparo diante de uma ameaça real ou subjetiva à própria vida, ou à vida de pessoas amadas, ou à integridade do corpo. Um trauma pode, freqüentemente, violar as idéias do indivíduo a respeito do mundo, colocando o indivíduo num estado de extrema confusão e insegurança. O trauma também pode acontecer em decorrência da traição de alguma pessoa ou instituição de maneira imprevista, ou ainda, alguma desilusão ou privação sofrida em algum(s) momento(s) da vida, que possa ter ocasionado transtornos no indivíduo.

 


Tipos de Traumas
traumaPerda de entes queridos, abuso sexual, violência ou ameaças, desafeto/desilusão, especialmente se ocorrem na infância ou adolescência, traição. Eventos catastróficos como terremotos e erupções vulcânicas, guerra ou outras formas de violência em massa também podem causar traumas psicológicos, assim como exposição à miséria durante longo período ou mesmo abuso verbal.


Entretanto, pessoas diferentes reagem de maneiras diferentes nos mesmos eventos. Uma pessoa pode sentir como traumático um evento que outra pessoa pode não sentir, e nem todas as pessoas que passam por experiências traumáticas podem se tornar psicologicamente traumatizadas.


Sintomas mais comuns
Aceleração cardíaca, suor excessivo, raiva, medo, confusão, desconfiança, ataque de pânico, fadiga, desconexão, depressão.


Os sintomas resultam da tentativa do organismo de lidar com a sobrecarga da experiência traumática.

 

Tratamento

Com a psicoterapia, para prevenir o surgimento de outras doenças como depressão e transtorno do pânico.

 

É comprovado que verbalizar medos sob a orientação de um profissional, assim como dividir problemas com pessoas que passaram pela mesma situação, ajuda a diminuir o tempo de recuperação de pessoas com o estresse pós-traumático.

 

 

Psicóloga Clínica Nathalie Beck | CRP: 06/105672

 
Telefones: (11) 2283-1888 / (11) 98873-3510 - E-Mail: nbeckpsicologa@gmail.com

Avenida Nova Cantareira, 3500 - Tucuruvi - São Paulo / SP

 
w/beck ppo